Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Victória Sales – Da Revista Cenarium

MANAUS – Ao desembarcar em Manaus, na noite desta terça-feira, 26, o presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem partido), preferiu evitar a imprensa e se mostrou à vontade com os eleitores. O representante federal foi convidado pelo governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), para participar da formatura de mais de 400 policiais militares (PMs). Acontece que, já na manhã desta quarta-feira, 27, durante uma live no Facebook, Bolsonaro defendeu a importância da liberdade de imprensa momentos antes de participar de um evento de pastores.

Para os eleitores da igreja evangélica, Bolsonaro discursou sobre a construção de família tradicional brasileira. “E a família está definida na Bíblia e está definida na Constituição também. Nela diz que (família) é (união de) homem e mulher”, afirmou Bolsonaro. Além disso, o presidente explicou para as pessoas que elas serão o que plantarem a partir de agora. “Eu agradeço a Deus pela minha vida e pela oportunidade”, destacou.

Em discurso a PMs, Bolsonaro destacou a importância de carregar a responsabilidade de um Estado na farda de trabalho. “Vocês têm o dever de defender todo cidadão de bem do Estado do Amazonas. Formatura é um momento de satisfação, de alegria, é um momento de confraternização”, disse Bolsonaro em discurso na formatura dos PMs. Ao grito de ‘mito’, Jair foi ovacionado pelos profissionais e pelas famílias que estavam participando do evento.

Leia mais: Em encontro de pastores, Bolsonaro direciona discurso para eleitores fiéis

Ainda durante agenda em Manaus, o presidente almoçou com apoiadores e autoridades militares nas dependências do Centro de Instrução de Guerra na Selva (Cigs), de onde saiu por volta das 14h20, sem falar com a imprensa, rumo a uma emissora de TV local.

Liberdade de imprensa

Em entrevista a uma rádio local, na manhã desta quarta-feira (27), Bolsonaro destacou a importância da liberdade de imprensa, desde que seja usada com responsabilidade. Nesta semana, a live onde Bolsonaro replicava fake news sobre Aids e vacina contra a Covid-19 foi banida do Facebook e do YouTube.

“Nós carecemos, sim, de uma imprensa isenta. Liberdade de imprensa acima de tudo, obviamente, com responsabilidade. Fui bastante criticado, mas de forma justa e é isso que carecemos no Brasil”, relatou Bolsonaro durante entrevista a uma rádio nacional. Além da liberdade de imprensa, o presidente comentou também sobre o preço no aumento do combustível e sobre o relatório da CPI da Covid, aprovado nessa terça-feira, 26.

Retirada

Jair Bolsonaro teve o seu canal no YouTube suspenso, temporariamente. Dias antes, as plataformas Facebook e Instagram também retiraram a transmissão do representante federal das redes sociais. Bolsonaro afirmou que não irá recuperar o seu canal e que fará lives impressas daqui para frente.