Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Priscilla Peixoto – Da Revista Cenarium

MANAUS – Focada em desenvolver competências e líderes de excelência em ambientes corporativos, a psicóloga e master coach em liderança, Cintia Lima, realiza no próximo dia 6, no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, avenida Santos Dumont, 1.350, bairro Tarumã, Manaus, a 8ª edição do curso intitulado “Plano de voo: alavancagem de carreira”.

Há mais de 20 anos atuando como especialista em gestão de pessoas e líderes no mercado de trabalho, a master coach afirma que saber liderar oferece o poder de mudar completamente e de forma positiva a relação e a produtividade de qualquer organização. “Tudo começa pela liderança de si mesmo e é necessário que o gestor compreenda isso, pois é a boa liderança que vai fazer com que as conquistas e boas influências sobre seus liderados e parceiros aconteça e, muitas vezes, a pessoa não consegue liderar mais e melhor, porque não está conseguindo liderar a si, então partimos desta base”, explica a profissional.

A psicóloga conta que o start para se dedicar a chamada “liderança de alto impacto” surgiu ao identificar a necessidade de integrar a razão e emoção os resultados positivos que esta união coerente poderia gerar no ambiente de trabalho. “É um ato de integração que está em falta nos gestores e equipes, para que mesmo num ambiente incerto e de muita pressão”, declara Cintia.

Cintia Lima atua há mais de 20 anos em gestão de pessoas e mercado de trabalho (Reprodução/ Cintia Lima)

Público-alvo

De acordo com a coach, os cursos ministrados por ela são direcionados para profissionais que precisam desenvolver competências de liderança para então elaborar estratégias de sucesso. Além disso, a capacitação também é voltada para aqueles que desejam como compreender os principais aspectos de gestão de pessoas e aprender a se comunicar melhor ou para os que desejam dar um up na carreira profissional.

“Como psicóloga, me dedico muito ao estudo do comportamento humano, porque eu acredito que as pessoas podem ser melhores nos trabalhos. É possível administrar conflitos com mais inteligência emocional, e compreender as técnicas e ferramentas mais modernas de liderança para gerar resultados extraordinários na vida pessoal e profissional. Até porque, passamos muito tempo no trabalho para sermos infelizes”, ressalta Cíntia.

Reflexos no ambiente de trabalho

Com o cenário de incertezas econômicas e de transformações digitais impulsionados pela pandemia, surge também o aumento da pressão psicológica para a classe trabalhadora de qualquer segmento. Na perspectiva da profissional, investir em cursos, oficinas e capacitações que promovam um novo olhar para as relações de trabalho é assegurar a fluidez de um espaço mais saudável e acolhedor.

“Reflete na harmonia para que a convivência seja boa e tenhamos um bom trabalho de equipe. E incluso nisto está o olhar da liderança ao entender que pessoas mais felizes são mais produtivas. Não é à toa que o curso mais concorrido de Havard é o de psicologia positiva, pois o mundo já descobriu que pessoas valorizadas e felizes geram mais resultados”, afirma.

Chefe x Líder

A master coach destaca ainda a diferença entre líder e chefe. De acordo ela, há uma linha que separa um bom gestor de um simples chefe. No entendimento de Cintia Lima, um dos principais pontos de preocupação de uma boa liderança é o legado deixado durante a caminhada profissional do indivíduo associada às “marcas” positivas deixada no outro.

“Parece muito simples, mas que, na prática é mais difícil, é de o gestor entender que nem todo chefe é líder, mas seria importante que todos fossem. Quando o profissional toma consciência prática das relações humanas, você se atenta para os seguintes questionamentos: que marcas estou deixando nas pessoas? que memória? que experiência? quais as memórias? eu inspiro ou gero angústia no outro? e aí você consegue ser mais fiscal do seu próprio comportamento e de suas atitudes?”, finaliza.

Com vagas limitadas para preservar a segurança dos participantes por conta da pandemia, as inscrições para a 8ª edição do evento podem ser feitas pelo fone/Whats: (092) 98100-4470 ou pela rede social Instagram @psi.cintialima.