Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – A indígena alagoana Elâine Souza, de 20 anos, e o paulistano Bruno Ferraz, de 29 anos, foram eleitos, na noite de segunda-feira, 29, Miss e Mister Brasil 2021, em concurso realizado em Gramado, Rio Grande do Sul. Nas redes sociais, emocionada, a jovem lembrou orgulhosa da trajetória como modelo e disse que viveu um misto de sentimentos até chegar onde chegou.

“Entrei no mundo miss faz menos de um ano, e olha só onde cheguei. É um misto de sentimentos, alegria, gratidão e euforia… E o medo, ansiedade e outros mais. Precisei de muita gente para me preparar para o Miss Brasil, e elas não me negaram ajuda! Cheguei, mas acho melhor usar chegamos! Porque trago comigo outras mil e tantas pessoas. Trago você, você e você! Trago o nós e o juntos! Não ganhei só, fomos nós!”, declarou Elâine, em uma publicação no Instagram.

Natural de Pariconha, interior de Alagoas, Elâine é da etnia Katokinn, afrodescendente e estudante de psicologia. Ela destaca que, durante o confinamento para o concurso, teve a honra de conhecer pessoas maravilhosas, misses e misters com grande potencial e caminho para trilhar, e lembra sobre as dificuldades que encontrou pelo caminho.

Elâine é natural de Pariconha, interior de Alagoas. (Reprodução/Instagram)

“Senti muita dificuldade de viajar para outro Estado, outra região… Mas cheguei bem, deu tudo certo, acredito que deu até mais que certo”, disse a indígena. Na publicação, a jovem Miss Brasil lembra também de todo o apoio que recebeu, seja com inscrição, roupa, maquiagem, alimentação ou oração.

“A questão é com que coragem eu fui!!? Com a força da mulher nordestina, alagoana, indígena e brasileira! Com garra e determinação, dentro do que eu sou e poderia oferecer! A grande noite foi maravilhosa, muita luz, câmera e jurados. Tudo poderia acontecer, inclusive cair, escorregar, não ganhar ou ganhar. Os apresentadores impecáveis, e os embaixadores perfeitos, os misteres e a miss 2020 esplendidos! Fico muito grata de agora poder fazer parte dessa família, e pode ter certeza que vou fazer jus!”, escreveu a nova Miss Brasil.

A indígena recebeu a faixa e a coroa de Miss Brasil 2021 das mãos da amazonense Juliana Malveira, Miss Brasil 2020. Bruno recebeu a faixa do piauiense Anthony Marquez, Mister Brasil 2020. O evento foi transmitido nas redes sociais e no YouTube. Juntos, Elâine e Bruno passam a representar o País em concursos internacionais de beleza.

Assista ao concurso: