Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Divulgação/Governo de São Paulo
Divulgação/Governo de São Paulo

O governo de São Paulo anunciou nesta sexta (22) a abertura de 756 novos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e a reativação do hospital de campanha de Heliópolis, na capital paulista. 

Segundo o governador, João Doria, serão abertos 306 leitos de UTI para Covid-19 e 450 de enfermaria em hospitais do estado de São Paulo. A reabertura do hospital de Heliópolis, que conta com 24 leitos de UTI, está prevista para o dia 25 de fevereiro. "Se possível, Jean Gorinchteyn, abra antes, mas com a segurança de que teremos toda a estrutura pronta e em funcionamento para salvar vidas", disse Doria, dirigindo-se ao secretário estadual de Saúde.

A ação é uma medida de emergência diante da piora dos números da pandemia de Covid-19 no estado: São Paulo registrou aumento de 42% em novos casos e de 39% de óbitos até 21 de janeiro em comparação ao mesmo período de dezembro. O nível de ocupação hospitalar ultrapassa 70%.

O governo também anunciou nesta sexta (22) novas medidas restritivas, como a adoção de protocolos da fase vermelha a partir das 20h em dias úteis e durante todo o dia em fins de semana. De acordo com Patrícia Ellen, Secretária de Desenvolvimento Econômico do estado, o objetivo é evitar um colapso do sistema de saúde. Considerando o aumento constante na taxa de ocupação das UTIs paulistas, a gestão projeta que haverá sobrecarga em 28 dias se o estado mantiver o ritmo de contágio.

Assista ao trecho da coletiva de imprensa do Governo de São Paulo: