Notícias

Olavo de Carvalho perde novo recurso e terá que pagar R$ 2,9 milhões a Caetano Veloso

Astrólogo acusou o cantor de pedofilia; caso não pague, ele terá seus bens penhorados


27/10/2021 11h19

A Justiça do Rio de Janeiro determinou que o ‘ex-guru’ do Presidente da República Olavo de Carvalho pague R$ 2,9 milhões a Caetano Veloso. Em novo recurso recusado, o astrólogo acusou o cantor de pedofilia.

Caso não pague o valor determinado, o escritor deverá ter seus bens penhorados. A acusação se dá pois o compositor teria começado a namorar e ter relações sexuais com sua esposa e mãe de seus filhos, Paula Lavigne, quando ela tinha apenas 13 anos de idade. Na época, ele já tinha 40.

Leia mais: Perfis nas redes sociais do prefeito de Belo Horizonte saem do ar

Observatório do Clima entra com ação contra o governo exigindo plano condizente com a emergência climática

O pensador já tinha utilizado o músico perseguido na Ditadura Militar para defender o presidente. “No dia em que Bolsonaro se envolver em algum escândalo de corrupção, eu chupo o ** do Caetano Veloso”, escreveu em sua conta no Twitter.

Dentre as teorias de Olavo, estão as conspirações de que o tabagismo não faz mal e que uma marca de refrigerantes adoça seu produto com células de fetos abortados.

ÚLTIMAS DO FUTEBOL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

"Tá cheirando a sacanagem", diz Flávio Bolsonaro sobre divulgação de áudio de Milton Ribeiro

Delegado da PF diz que Milton Ribeiro estava “ciente” da operação de busca e apreensão

Randolfe vai ao STF contra Bolsonaro por violação de sigilo

Milton Ribeiro disse à filha que Bolsonaro o alertou sobre operação de busca e apreensão

MPF cita interferência de Bolsonaro e envia caso de Milton Ribeiro ao STF