Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Divulgação/Cinemateca Brasileira
Divulgação/Cinemateca Brasileira

Um grupo formado por 25 entidades e associações brasileiras ligadas ao audiovisual se reuniu na frente da Cinemateca Brasileira, em São Paulo, para a leitura de um manifesto em defesa da instituição. O Governo Federal encerrou nesta semana o contrato com a Fundação Roquette Pinto, que administrava a entidade, e estuda reestatizar a Cinemateca para colocar Regina Duarte à frente do projeto.

Segundo Roberto Gervitz, da APACE (Associação Brasileira de Cineastas), o manifesto expressa a inconformidade da comunidade cinematográfica do Brasil com as más condições enfrentadas pela entidade, que colocam em risco o seu acervo. "[O manifesto] exige que o governo retome a injeção de recursos para tirar a Cinemateca do estado de UTI em que ela se encontra", afirma.

De acordo com a Acerp (Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto), o governo deve R milhões à entidade. "Com a quebra do contrato, a Acerp não tem condições de honrar compromissos salariais nem os pagamentos dos serviços. Se não houver o repasse, a Cinemateca, pura e simplesmente, fecha", declara Eduardo Morettin, professor da História do Cinema da ECA-USP.

Em nota, o Ministério do Turismo e a Secretaria Especial de Cultura informaram que a Cinemateca não será fechada e entra na fase de reincorporação pela União. A nota não esclarece, porém, como será a gestão a partir de agora.

O plano de reestatização da entidade é apontado como uma maneira de realocar Regina Duarte dentro do Governo Federal após a saída da atriz do cargo de Secretária Especial de Cultura.

A Cinemateca Brasileira é responsável pela preservação do maior acervo cinematográfico da América do Sul, e armazena cerca de 250 mil rolos de filmes, e mais de 1 milhão de documentos relacionados ao cinema, como fotos, roteiros, cartazes e livros.

Para Cacá Diegues, um dos mais importantes cineastas do país, a Cinemateca é um patrimônio a ser protegido: "Ela tem uma tradição muito grande, sempre foi muito respeitada no mundo todo. Acabar com ela neste momento é uma tragédia, realmente uma tragédia".