Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Pandemia desacelerou crescimento da população estrangeira em PortugalDos quase 700 mil residentes em Portugal oriundos do exterior, mais de 204 mil vieram do Brasil. Comunidade brasileira no país europeu foi a que mais cresceu em 2021.Os brasileiros correspondem a quase um terço de todos os estrangeiros que vivem em Portugal, revelou um relatório do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) do país europeu divulgado nesta quinta-feira (23/06).

De acordo com o documento, a população estrangeira residente em Portugal totalizou 698.887 cidadãos no ano passado – o maior número registrado desde o início da série história em 1976. "Em 2021 verificou-se, assim, pelo sexto ano consecutivo, um acréscimo da população estrangeira residente, com um aumento de 5,6% face a 2020", destaca o relatório.

Apesar da manutenção da tendência de alta, o relatório apontou que a pandemia de covid-19 provocou uma desaceleração no aumento da população estrangeira de Portugal em relação a 2020.

O documento afirma que ainda que os principais motivos para a concessão de novos títulos de residência no país foram atividade profissional, reagrupamento familiar e estudo.

Os brasileiros são a maior comunidade de estrangeiros em Portugal. Em 2021, 204.694 brasileiros viviam no país europeu, ou seja, 29,3% do total de estrangeiros registrados, a parcela mais elevada desde 2012. Dos brasileiros residentes, 111.986 são mulheres, e 92.708, homens.

O relatório destaca ainda que a comunidade oriunda do Brasil foi a que mais cresceu em 2021 (11,3%) em relação a 2020.

Após o Brasil, cidadãos do Reino Unido foram a segunda maior comunidade estrangeira em Portugal (41.932), seguido de Cabo Verde (34.093), Itália (30.819), Índia (30.251), Romênia (28.911), Ucrânia (27.195), França (26.719), Angola (25.802) e China (22.782). O relatório destaca o aumento da comunidade indiana, que subiu quatro posições, ocupando agora o quinto lugar.

O documento também mostrou que a população imigrante em Portugal reside sobretudo no litoral, sendo que 68% dos estrangeiros estão registados nos distritos de Lisboa, Faro e Setúbal.

cn/lf (Lusa, ots)